Artigos

O papel da Medicina Preventiva na prevenção de doenças

O papel da Medicina Preventiva na prevenção de doenças

Cuidar da saúde antes de que alguma condição clínica se manifeste é a melhor maneira de garantir maior longevidade e qualidade de vida para qualquer pessoa. O velho mantra do “prevenir é melhor que remediar” funciona muito bem também para quem valoriza a medicina preventiva, que consegue contar com os benefícios dessa prática no seu dia a dia.

Se você não tem o hábito de visitar o médico sem que esteja doente, que tal conhecer um pouco do papel da Medicina Preventiva no tratamento – e prevenção – de várias doenças?

A medicina preventiva ajuda a evitar as quatro doenças que mais matam no mundo

As doenças crônicas são aquelas que seus sintomas podem persistir por vários anos da vida do paciente, ao contrário das doenças agudas, que tem um grande pico sintomático. São as doenças crônicas as que mais matam pessoas em todo o mundo – e as que mais se beneficiam de um tratamento preventivo, para evitar seu avanço e descontrole dos sintomas.

As quatro doenças crônicas que mais matam no mundo são o câncer, a diabetes, os problemas cardiovasculares e os problemas pulmonares. Todas elas são consequência de um mix de carga genética favorável para seu desenvolvimento e hábitos de vida irregulares, que aceleram seus sintomas e reduzem a qualidade de vida do paciente.

A medicina preventiva, além de auxiliar a identificar sintomas que estão relacionados com esses quadros, também atua no tratamento precoce dessas doenças ainda na fase inicial – aumentando sua chance de cura – e na melhora dos hábitos de vida para evitar que elas se desenvolvam.

A medicina preventiva se baseia em vários cuidados

Medicina preventiva não é apenas garantir a consulta médica anual para fazer o seu check-up e evitar o desenvolvimento das doenças crônicas que citamos acima. Outros cuidados também fazem parte do projeto de medicina preventiva que deve ser seguido por todos, em prol da melhora da saúde pública e qualidade de vida.

Alguns outros cuidados com a saúde que podem ser apontados como estratégias de medicina preventiva são:

  • Realização de exames periódicos;
  • Programas de vacinação;
  • Projetos de atividade física e bem-estar;
  • Reeducação e orientação alimentar;
  • Acompanhamento psicológico.

Etapas da medicina preventiva

A medicina preventiva pode se dividir em três quatro diferentes:

  • Prevenção primária: Que atua efetivamente na prevenção de doenças que podem atingir a saúde humana, antes mesmo da identificação dos primeiros sintomas;
  • Prevenção secundária: É o cuidado realizado na identificação precoce de uma condição, evitando que ela avance e prejudique ainda mais a saúde do paciente;
  • Prevenção terciária: Já atua no tratamento da doença, porém evitando que ela avance e diminuindo seus efeitos negativos para a saúde;
  • Prevenção quaternária: Atua no controle de efeitos colaterais de tratamentos, com foco em devolver a qualidade de vida para o paciente.

 

Os cuidados oferecidos pela medicina preventiva devem ser valorizados por qualquer pessoa, em qualquer faixa etária. Você já marcou uma consulta com seu médico para começar esse acompanhamento? Entre em contato com a Benessere agora mesmo!