Clínica Benessere

Como evitar deficiências de minerais?

Com 8 anos de atuação no mercado, a Clínica Benessere tem especialistas que identificam problemas e tratam a causa, e não somente os sintomas, por isso sabemos que  a deficiência de minerais ainda é um problema para muitas pessoas.


Conforme especificado em um artigo da revista Scientific Electronic Library, “a deficiência de ferro é um dos principais fatores que levam à anemia, atingindo 46% das crianças e 48% das gestantes em âmbito mundial, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). A deficiência de vitamina A, embora do ponto de vista de sua gravidade tenha diminuído, ainda atinge entre 240 e 250 milhões de pré-escolares. Quanto à deficiência de iodo, graças à fortificação do sal de cozinha o problema vem diminuindo no Brasil; entretanto, hoje está emergindo o problema oposto, ou seja, o do excesso, ocasionando distúrbios na glândula tireóide. Esse fato advém principalmente do aumento do consumo de sal, verificado nos últimos levantamentos de consumo alimentar. Também o selênio cujo consumo é muito baixo em determinadas regiões do Brasil está estreitamente relacionado com a função da tireóide, pois participa da deiodinação da tiroxina (T4) para tri-iodo tironina (T3), o hormônio mais ativo dessa glândula.”

Essas informações nos mostram a importância da alimentação em nosso dia a dia, e como o desequilíbrio de nutrientes e a falta de hábitos saudáveis pode nos prejudicar. Por isso, alguns cuidados devem ser tomados, e precisamos dar mais atenção quando se trata de cuidar do que ingerimos, criando uma rotina alimentar que visa suprir todas as necessidades do nosso organismo, assim como uma rotina de exercícios que, além de complementar nossa alimentação, também auxiliam em diversos outros aspectos do nosso corpo.

Entre os minerais, muitos desempenham funções essenciais para o funcionamento ideal do nosso organismo, como o ferro, por exemplo. A sua principal função no nosso organismo é transportar o oxigênio no sangue por meio da hemoglobina existente nos glóbulos vermelhos. Quando experienciamos um déficit desse mineral, temos uma diminuição no número de glóbulos vermelhos e, consequentemente, a diminuição da capacidade do sangue de transportar oxigênio. Assim, passamos a exibir sintomas como cansaço, fraqueza, enfraquecimento do sistema imunológico, etc. Para evitar a falta de ferro no seu organismo, dê prioridade em sua alimentação a opções como:

  • Carne vermelha;
  • Vegetais com coloração verde escura;
  • Leguminosas;
  • Cereais integrais;
  • Castanhas;
  • Sementes de gergelim e abóbora;
  • Coentro;
  • Frutas secas, como uva e damasco.

Outro mineral importante, o iodo, realiza a síntese dos hormônios da tireóide, que regulam as funções do organismo, como o crescimento, a regulagem metabólica, o desenvolvimento do cérebro e a manutenção dos ossos, por exemplo. A deficiência de iodo traz consequências como o aumento da glândula tireóide, o que pode ocasionar aumento da frequência cardíaca, falta de ar e ganho de peso. Para uma alimentação que possa proporcionar nutrientes e servir como fonte alimentar de iodo, você pode buscar por ingredientes como:

  • Algas;
  • Peixes;
  • Ovos.

Por fim, também precisamos nos atentar ao Cálcio. O cálcio nos dá força óssea, estrutura de ossos e dentes, impulsos nervosos, contrações musculares, coagulação do sangue e da permeabilidade celular. Devido a sua importância em muitas relações do nosso organismo, podemos sentir a sua falta através de sintomas como fraqueza dos ossos, dando origem à osteoporose. Além disso, a falta desse mineral pode causar dor na coluna, depressão, ansiedade, unhas fracas, cáries e artrite. Uma dica, se você busca uma dieta rica deste mineral, você pode encontrar cálcio em alimentos como:

  • Sardinha;
  • Brócolis;
  • Aveia;
  • Amêndoas;
  • Manjericão;
  • Couve;
  • Feijão;
  • Grão de bico;
  • Rúcula;
  • Ovo;
  • Tofu;
  • Laranja.

No geral, os minerais estão muito relacionados a forma como nos alimentamos e cuidamos do nosso corpo, e por isso é importante cuidar da sua rotina alimentar. Outra coisa que pode ajudar é o acompanhamento de um profissional capaz de entender o seu organismo e todas as suas características particulares, assim como a sua rotina e seus hábitos, podendo assim oferecer uma assistência personalizada e que condiz com a sua realidade. 

Na Benessere, estamos prontos para te atender e te ajudar não apenas a compreender seu organismo e como melhorar os seus hábitos, mas também a conquistar outros objetivos relacionados a qualidade de vida e saúde. Agende uma consulta, vai ser um prazer te receber.

Artigo escrito por:

Busque um artigo

Leia também

Abrir Whatsapp
1
Precisa de atendimento?
Olá, estamos disponíveis no Whatsapp!