Artigos

5 dicas para reduzir o risco de câncer de próstata

5 dicas para reduzir o risco de câncer de próstata

O câncer de próstata é a doença crônica que mais atinge homens em todo o mundo, entrando na lista também de doenças que mais diminuem a qualidade de vida dos homens brasileiros. Assim como o câncer de mama, um dos fatores de risco de desenvolvimento do câncer de próstata são os nossos hábitos diários, que podem disparar gatilhos para que essa doença se instale no nosso corpo.

Para lhe ajudar a combater e, especialmente, prevenir essa doença, a medicina preventiva tem algumas dicas simples e que podem ser praticadas no dia a dia de qualquer pessoa. Que tal conferir?

1)     Tenha uma dieta saudável

Nada fala mais a favor da nossa saúde quanto uma alimentação equilibrada em todos os nutrientes. A ingestão de frutas, verduras, legumes, cereais, carnes magras, leguminosas e muitos outros alimentos naturais garantem o volume ideal de vitaminas e minerais, além de fibras alimentares, no nosso organismo, melhorando seu funcionamento e até mesmo evitando o desenvolvimento de quadros clínicos que podem dar origem a essa doença.

Uma dieta rica em alimentos industrializados, gorduras e açúcar é apontada como um dos fatores de risco para o desenvolvimento de câncer de próstata. Por isso, todo cuidado é pouco com o que você vai comer.

2)     Faça exercícios

O sedentarismo é o segundo ponto mais importante a se observar para quem quer evitar o câncer de próstata. O acúmulo de gordura corporal em excesso é uma consequência também da falta de exercícios físicos na rotina e como você sabe, os altos níveis de gordura podem ser um fator de risco para o desenvolvimento dessa doença.

Exatamente por isso, criar o hábito de se exercitar regularmente, mesmo que seja meia horinha por dia, é essencial para se prevenir contra o câncer de próstata.

3)     Reduza a ingestão de gorduras

Ter uma alimentação saudável leva a quase uma consequência imediata da redução da ingestão de gorduras diariamente. Mas é importante reforçar aqui como esse aspecto específico da alimentação tem papel tão relevante no controle do câncer de próstata.

Existe uma grande relação entre o consumo de gorduras alto e o desenvolvimento dessa doença, mesmo em pessoas sem histórico familiar. Por conta disso, diminuir a ingestão desse tipo de nutriente – especialmente as gorduras que não são apontadas como saudáveis – é indispensável para a prevenção.

4)     Faça o exame

O mais temido dos exames por parte dos homens é o exame do câncer de próstata. Apesar do medo irracional do exame, é ele o responsável por salvar a vida de muitos pacientes, já que ajudam a detectar a doença ainda em estágio inicial – o que aumenta significativamente as suas chances de cura.

Por isso, homens que se aproximam dos 50 anos de idade precisam entender que passar por um exame de próstata anual é um cuidado indispensável para a saúde – e que não é preciso temer. O que você tem que temer a essa altura do campeonato é ficar doente, não é mesmo?

5)     Fazer check-ups regularmente

Não basta apenas ir ao médico para fazer o exame de próstata e não conferir como anda o resto da sua saúde, afinal, outras doenças (e até mesmo o câncer) podem dar sinais diferentes que só são percebidos em uma avaliação médica completa.

Por isso, crie o hábito de fazer check-ups regularmente, para ter sempre a saúde em dia e conseguir agir rapidamente caso alguma alteração seja identificada.

A medicina preventiva se baseia em cuidados como esses, de mudanças de hábitos e detecção prévia de alguma condição, para garantir uma saúde de maior qualidade para todos. Você já marcou a sua consulta com seu médico para ver se está tudo bem com seu corpo?